Repositório Institucional UP Campus sede – Ecoville Dissertação Programa de Pós-Graduação em Gestão Ambiental
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/1846
Tipo: Dissertação
Título: Emissões gasosas provenientes da combustão de fibras vegetais contaminadas com efluente de estação de tratamento de esgoto sanitário
Autor(es): Maliski, Denise
Primeiro Orientador: Vasconcelos, Eliane Carvalho de
Resumo: O presente trabalho teve como objetivo analisar as emissões gasosas liberadas na combustão de filtros vegetais contendo bagaço de cana-de-açúcar e fibra do coco contaminados com efluente de estação de tratamento de esgoto sanitário e determinar o poder calorífico dos filtros vegetais contaminados na produção de energia como biomassa. Para avaliar os gases evoluídos, foram utilizadas análises termogravimétricas acoplada ao infravermelho (TG-IV) e acoplada ao espectrômetro de massas (TG-MS). A partir destas análises, foi possível observar a liberação de CO2, CO, CH3OH, CH3COOH e vapor de água pelas fibras sem contaminantes e pelas fibras contaminadas com efluente no TG-IV e ocorreu a liberação de água, HCN, CO, CO2, NO2 e CH3Cl pelas fibras sem contaminantes e pelas fibras contaminadas com efluente no TG-MS. As emissões gasosas das fibras sem contaminantes e contaminadas com efluente são as mesmas, portanto, não foi identificada a liberação de outros gases evoluídos na decomposição térmica. Para determinar o poder calorífico, foi realizada uma simulação de análise imediata por meio das curvas termogravimétricas e análise elementar. Os valores obtidos na combustão das amostras control, flotation, RALF 1 e RALF 2 foram comparados aos valores já estabelecidos na literatura. Foi observado que os valores de poder calorífico das amostras analisadas neste trabalho são mais altos que os valores estabelecidos pela literatura, porém deve-se levar em consideração o valor médio de teor de umidade presente. As fibras contaminadas com amostra de efluente de estação de tratamento de esgoto sanitário, após polimento com flotação, apresentaram o maior valor de poder calorífico, com o menor teor de umidade. Pode-se inferir que há a possibilidade de utilização dos filtros contaminados na produção de energia, sem prejuízo extra ao meio ambiente, já que a quantidade e qualidade das emissões não influenciaram a produção de energia a partir deste material contaminado.
Abstract: The aim of this work was to analyze the gaseous emissions released in the combustion of vegetable filters containing sugarcane bagasse and coconut fiber contaminated with sanitary sewage treatment effluent and to determine the calorific value of contaminated vegetable filters in the production of energy as biomass. To evaluate the evolved gases, thermogravimetric analyzes coupled to the infrared (TG-FTIR) and coupled to the mass spectrometer (TG-MS) were used. From these analyzes, it was possible to observe the release of CO2, CO, CH3OH, CH3COOH and water vapor by the fibers without contaminants and fibers contaminated with effluent in the TG-FTIR and the release of water, HCN, CO, CO2, NO2 and CH3Cl by the non-contaminated fibers and fibers contaminated with effluent in TG-MS. The gaseous emissions of the fibers without contaminants and contaminated with effluent are the same, therefore, the release of other evolved gases in the thermal decomposition has not been identified. To determine the calorific value, an immediate analysis simulation was performed through the thermogravimetric curves and elemental analysis. The values obtained in the combustion of the control, flotation, RALF 1 and RALF 2 samples were compared to the values already established in the literature. It was observed that the values of calorific value of the samples analyzed in this work are higher than the values established in the literature; however, the average value of the present moisture content should be taken into account. The fibers contaminated with effluent sample from sanitary sewage treatment plant, after polishing with flotation, presented the highest calorific value, with the lowest moisture content. It can be inferred that there is the possibility of using the contaminated filters in the production of energy, without extra damage to the environment, since the quantity and quality of the emissions did not influence the production of energy from this contaminated material.
Palavras-chave: Gestão ambiental
Gases
Combustão
Biomassa
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA SANITARIA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Positivo
Sigla da Instituição: UP
Departamento: Pós-Graduação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gestão Ambiental
Citação: MALISKI, Denise. Emissões gasosas provenientes da combustão de fibras vegetais contaminadas com efluente de estação de tratamento de esgoto sanitário. Orientadora: Eliane Carvalho de Vasconcelos. 2019. 106 f. Dissertação (Mestrado em Gestão Ambiental) – Universidade Positivo, Curitiba, 2019.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/handle/123456789/1846
Data do documento: 2019
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Gestão Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Denise Maliski.pdfDescriçao2.1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.